Com a utilização de novos e potentes recursos tecnológicos, a Indústria 4.0 garante muito mais eficiência às empresas. Isso significa, na prática, a oportunidade de otimizar recursos e obter melhores resultados, criando vantagem competitiva. Mas você sabe onde e por que é possível economizar com a implantação de uma fábrica inteligente?

Menos paradas na produção

Um dos principais gargalos das indústrias estão em problemas nos equipamentos que acarretam paradas na produção. Estas pausas geram prejuízos, uma vez que o ciclo produtivo é interrompido sem programação, e demandam o deslocamento de profissionais para ações emergenciais. 

A adesão à Indústria 4.0 permite avançar na chamada manutenção preditiva, ou seja, monitorar os equipamentos de forma constante para prever falhas de maneira antecipada. A manutenção é feita por sensores que são acoplados nos maquinários e enviam informações para a nuvem através de sistemas específicos. 

Desta forma, é possível constatar a necessidade de intervenção previamente, diminuindo danos nos equipamentos e os tempos para inspeção, diferente da manutenção preventiva, que exige a troca de peças mesmo que a máquina não apresente necessidade.   

Melhores condições de trabalho

Recursos como big data ajudam a melhorar as condições de trabalho a partir do controle de temperatura, umidade, estoque e outros dados da planta fabril. Um ambiente laboral melhor climatizado, entre outros fatores, traz mais satisfação profissional, o que se traduz em maior produtividade e rentabilidade para a empresa. 

Relocação de recursos pessoais

Com a integração dos equipamentos e sua maior autonomia, atividades operacionais antes executadas por funcionários ficam sob a responsabilidade quase que exclusiva das máquinas. Isso permite a contratação e relocação de profissionais para desempenhar atividades mais complexas e estratégicas, ou seja, focadas na geração de resultado. 

Evidentemente, haverá necessidade de atualização constante, mesmo porque novas atividades surgirão para fazer frente às demandas da Indústria 4.0.

A economia também é associada a:

  • redução de custos de implementação de linhas de produção;

  • menos despesas operacionais;

  • maior precisão nos resultados;

  • maior controle e segurança sobre produtos;

  • diminuição de falhas;

  • redução do ciclo de tempo e trabalho em processo;

  • redução das lesões de trabalho;

  • regulamentação e controle de processos com qualidade do produto final;

  • maior eficiência dos equipamentos.

O melhor é que estas vantagens não dependem necessariamente de uma mudança completa na estrutura. É possível utilizar e adaptar equipamentos para este novo modelo, e garantir um salto de produtividade e eficiência sem precedentes.