Indústria 4.0

O conceito de Indústria 4.0 foi utilizado pela primeira vez na Feira de Hannover, em 2011, por conta de um projeto de estratégia de alta tecnologia do governo da Alemanha, referência quando o assunto é inovação. O projeto envolveu diversas esferas da sociedade para modernizar e aperfeiçoar ainda mais as indústrias locais. Esse modelo se baseia na compreensão de que os investimentos em estudos e projetos de inovação devem ser focados no conteúdo tecnológico e seus benefícios para a sociedade, e não apenas no âmbito financeiro.

Essa integração entre máquinas, capazes de tomar decisões descentralizadas e cooperar entre elas e com humanos, é possível graças a ferramentas como big data, computação na nuvem e Internet das Coisas - Internet of Things (IoT). Esta última, combinada com sistemas automatizados, permite conectar a internet com objetos, para muito além de smartphones, tablets e computadores.

Com a IoT surgem as chamadas fábricas inteligentes, fazendo a conexão entre sensores e outros dispositivos, para coletar informações em tempo real, analisá-las e criar ações de resposta. A indústria assim ganha em eficiência, resultado da economia de recursos, aumento de produtividade e redução do tempo de inatividade, através da manutenção preditiva de máquinas e equipamentos.

pt-industry-40.png

Saiba mais sobre as novidades da WEG sobre a Indústria 4.0

Política de Privacidade | Declaração de Uso de Cookies | Termos e Condições de Uso | RSS | © 2019 WEG. Todos os direitos reservados.