WEG Digital Solutions

WEG Digital Solutions

Plataforma IoT, Conectividade, Inteligência Artificial e Softwares para a Indústria 4.0

WEG Digital Solutions é um ecossistema que conecta e integra equipamentos e sensores, capaz de coletar e armazenar dados e transformá-los em informações que tornam possível monitorar, controlar e automatizar operações, realizando análises em tempo real. É a expertise da WEG aplicada no desenvolvimento de tecnologias mais eficientes para o crescimento contínuo da Indústria 4.0.

 

Conheça uma nova forma de combinar pessoas, empresas e produtos inteligentes.

Soluções Inteligentes para um mundo cada vez mais conectado

Manufacturing Execution Systems

Manufacturing Execution Systems

Manufacturing Execution Systems, ou simplesmente MES, é o termo usado para designar os sistemas focados no gerenciamento das atividades de produção e que estabelecem uma ligação direta entre o planejamento e o chão de fábrica.
Saiba mais
Internet of Things

Internet of Things

A Internet das Coisas, ou IoT, é um conceito tecnológico que conecta os itens usados do dia a dia à rede mundial de computadores. São objetos físicos, veículos, prédios, equipamentos industriais, usinas e outras estruturas que possuem sensores e conexão com rede capaz de coletar e transmitir dados.
Saiba mais
WEG Energy Management

WEG Energy Management

O WEG ENERGY MANAGEMENT é um software de gerenciamento do consumo de recursos como energia elétrica, água, gás, ar comprimido e combustíveis em aplicações industriais, residenciais ou comerciais.
Saiba mais

Não importa o tamanho da sua indústria, nós podemos ajudar a transformá-la

Soluções escaláveis e flexíveis

Soluções escaláveis e flexíveis

  • Facilidade de implementação em indústrias de todos os portes.
  • Solução flexível, feita sob medida para cada negócio.
Expertise WEG

Expertise WEG

  • Capacidade de contribuir com o aumento da eficiência operacional dos parceiros WEG e reduzir os desperdícios dos processos da indústria.
Co-criação

Co-criação

  • Ajudamos na transição da indústria tradicional para a indústria 4.0.
  • Compartilhamos tecnologias e experiências para o seu negócio.

O termo Indústria 4.0 está relacionado com a Quarta Revolução Industrial, caracterizada pelo rápido surgimento de uma nova geração de indústrias inteligentes, que aplicam tecnologia de ponta para transformar seus produtos e o modo como eles são vendidos, produzidos e entregues.

Viabilizada pela união dos mundos físico e digital, a Indústria 4.0 criou uma nova dinâmica entre máquinas e humanos, que passaram a trabalhar de forma integrada. Dessa dinâmica, surgiu um modelo inovador de equipamentos, fábricas, armazéns, frotas e produtos inteligentes, capazes de trocar informações, disparar comandos de ação e até mesmo controlarem-se com 100% de autonomia.

A Indústria 4.0 faz uso de diversas tecnologias, como sensores inteligentes, redes de comunicação, computação em nuvem, big data, inteligência artificial, internet das coisas, realidade aumentada, impressão 3D, entre muitas outras. Entre suas grandes conquistas destacam-se a tomada de decisão em tempo real com base em dados, a rápida identificação e correção de desvios ou erros processuais, a manutenção preditiva, o aumento da capacidade produtiva e a redução de custos.

Um dos primeiros passos rumo à Indústria 4.0 é promover a integração vertical de sua fábrica, conectando sensores e sistemas de automação aos sistemas MES e os sistemas MES ao sistema de gestão, seguindo o modelo proposto pela norma ISA95 (vide PC-Factory MES). É a sua fábrica sem papel (Paperless Factory).

Com a integração vertical, sua fábrica conectada, gera informações precisas e em tempo real entre os processos produtivos (M2M ou Machine-to-Machine), entre o chão de fábrica e as gerências das operações de manufatura e entre o chão de fábrica e a gestão de seu negócio. Uma das novidades que a indústria 4.0 traz para as indústrias, é a extensão das funcionalidades dos sistemas tradicionais de manufatura, como MES, PLM e ERP, integrando-os às plataformas digitais IoT, ou seja, à Internet das Coisas e suas tecnologias 4.0, como Inteligência Artificial e Realidade Aumentada.

A Indústria 4.0 já é realidade no Brasil, mas ainda dispõe de inúmeras oportunidades para se expandir. Um recente estudo realizado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) apontou que dos 24 setores industriais brasileiros,14 estão atrasados na adoção de tecnologias digitais.

Esse grupo é responsável por cerca de 40% de toda produção industrial do país, segundo o IBGE, o que significa dizer que quase metade de tudo o que a indústria brasileira produz ainda não é resultado de uma realidade digital plenamente automatizada.

 

A manufatura avançada utiliza instalações e linhas de produção flexíveis, completamente adaptáveis às mais diversas exigências fabris e oscilações de demanda. Ela permite elevar a produtividade e reduzir o desperdício, o que é fundamental para tornar os processos mais sustentáveis e menos custosos.

Ao contrário do que se pode imaginar, a aplicação da manufatura avançada não se restringe ao ambiente fabril propriamente dito. Ela inclui toda a cadeia de valor, desde as fases iniciais de design e prototipagem de produtos até as etapas mais avançadas da cadeia logística.

Uma de suas principais características é o uso integrado das chamadas TICs (Tecnologias da Informação e Comunicação), que articulam as operações fabris e as atividades de negócio numa dinâmica automatizada, eficiente e contínua.

 

A Quarta Revolução Industrial representa uma mudança estrutural na forma como as pessoas vivem, trabalham, relacionam-se com o meio ambiente e entre si.

A denominação nasceu na Alemanha, quando uma parceria do governo com empresas e centros de pesquisa do país articulou os primeiros esforços para aplicar alta tecnologia de forma estratégica, com vistas a tornar os processos produtivos completamente independentes da interação humana.

A Quarta Revolução Industrial está diretamente ligada à integração entre os mundos físico, digital e biológico que, pela primeira vez, passaram a atuar diretamente um sobre o outro, alavancando o desenvolvimento humano a níveis jamais vistos.

Uma de suas principais características, não verificada nas revoluções anteriores, é a capacidade de escalar resultados de forma exponencial (e não apenas linear). Sua enorme velocidade de transformação e o amplo escopo de aplicações, viabilizados pelo uso integrado de tecnologias de ponta, trouxeram uma nova dinâmica ao mundo, impondo um ritmo acelerado de mudanças não apenas nas linhas de produção, mas também na gestão e governança.

O termo está diretamente ligado à aplicação integrada e sistêmica de diversas tecnologias, como a inteligência artificial, internet das coisas, robótica, nanotecnologia, biotecnologia, impressão 3D e computação quântica.

 

A Economia 4.0 é resultado da aplicação integrada de diferentes tecnologias disruptivas capazes de impactar diretamente a rotina das empresas, do mercado e da sociedade como um todo.

 

O termo abrange os mais diversos segmentos da economia que, cada vez mais, desenvolvem-se de forma interdependente, influenciando (direta ou indiretamente) as atividades um do outro.

Dentro do contexto da Economia 4.0, o papel das empresas como agentes propulsores de mudança torna-se ainda mais importante. Elas são peças fundamentais para desenvolver produtos e serviços que não apenas tragam uma nova experiência de consumo, mas também sejam capazes de corrigir desvios característicos das sociedades modernas, incluindo os danos ao meio ambiente.

Um outro importante aspecto da Economia 4.0 relaciona-se à rapidez com que a inovação gera mudanças dentro do universo dos negócios. O mundo digital abre diariamente infinitas possibilidades de criar, desenvolver e integrar soluções, impondo um cenário de competitividade ainda mais acirrado.

 

A Revolução Digital está diretamente relacionada com o advento da Internet e com a expansão de seu uso dentro dos negócios. Ela marca o início da Era da Informação, na década de 80, em que a tecnologia de dispositivos analógicos, mecânicos e eletrônicos avança para a fase digital atualmente disponível.

Também chamada de Terceira Revolução Industrial, a Revolução Digital abriu portas para novos padrões de produção em massa e também para a alavancagem no uso generalizado de circuitos lógico digitais, como computadores, celulares, smartphones e tablets. Ela ainda redefiniu a indústria tradicional e, por consequência, a forma como vivemos e trabalhamos.

Foi também a partir da Era da Informação que os dados passaram a ser considerados ativos de importância fundamental dentro dos negócios. Cada vez mais, eles servem de insumo para construir insights com inúmeras aplicações, que levaram a mudanças radicais no modo como as empresas, os consumidores e os governos interagem.

Mais recentemente, novas tecnologias digitais têm potencializado resultados a partir de seu uso sistematizado e estratégico em diferentes contextos de negócios. Dessa combinação surgiu o que se denomina Quarta Revolução Industrial, cujas principais características são a elevada velocidade de transformação e o amplo escopo de aplicabilidade.

 

Descubra como WEG Digital Solutions está levando mais eficiência para a indústria

WEGnology®, a plataforma IoT da WEG

A plataforma IoT WEGnology® é uma poderosa ferramenta baseada em cloud computing e que foi especialmente desenvolvida para criação de soluções conectadas.

2 min

Conheça o MES

2 min

MES na indústria de alimentos

2 min

Motor Fleet Management

2 min

MES na Indústria de Autopeças

2 min

Clean in Place (CiP)

2 min

MES na indústria de móveis

Más información sobre las novedades de WEG sobre la industria 4.0

Gostou das soluções WEG Digital Solutions e quer saber mais? Escolha uma das opções abaixo:

Quer receber nossas novidades?

ASSINE A NEWSLETTER

Entre em contato com a gente e tire suas dúvidas.

Fale Conosco