fundadores-2-3280d0c2a8c53b7b094c97584cf474d7d712daab0492599b2f8c7e9aca9353e5.jpg

Descendente de imigrantes alemães vindos da região de Düsseldorf, Werner Ricardo Voigt nasceu no dia 8 de setembro de 1930. Desde menino, sempre teve a eletricidade como uma paixão. Werner também despertou cedo para os prazeres da leitura por meio do avô, Leo Schulz, construtor e professor, que recebia inúmeros livros e revistas técnicas da Alemanha.

Purnhagen foi outro mestre que exerceu forte influência na vida de Werner. Adolescente, foi morar em Joinville, onde estudava no SENAI e trabalhava na oficina de Werner Strohmeyer. Aos 18 anos foi convocado para servir ao Exército, em Curitiba/PR. Após o serviço militar, foi um dos dois soldados selecionados para frequentar a Escola Técnica Federal, onde se especializou em radiotelegrafia e eletrônica.

Werner_800x800_pt.jpg

Em setembro de 1953, Werner instalou uma pequena oficina no Centro de Jaraguá do Sul. O negócio, que prestava serviços gerais e atendia quase exclusivamente a manutenção de cerca de duas dezenas de veículos motorizados que então circulavam em Jaraguá e região, cresceu comprovando o espírito empreendedor do jovem que, mais tarde, utilizaria seu talento para dar início uma das maiores empresas do mundo: a WEG.

Werner Ricardo Voigt idealizou o protótipo de um motor que se tornou o produto originário da WEG. Visionário e apaixonado por inovação, ele comandava a tecnologia utilizada na fábrica. Sua liderança técnica era inquestionável e seu perfil focado em evolução levou a WEG a optar sempre pela modernidade quando o quesito era técnica. Em outubro de 1988, quando Décio assume a presidência, Werner passou a ocupar o conselho administrativo e deixou de exercer funções executivas na empresa. Em 2008, montou em Schroeder/SC o Centro de Ensino Técnico e Educacional Werner Ricardo Voigt favorecendo as oportunidades de ensino para os jovens da região.

Em junho de 2016, aos 85 anos, Werner Ricardo Voigt faleceu de causas naturais em Jaraguá do Sul/SC. Até os últimos dias de vida Werner foi um frequentador assíduo das fábricas da WEG. Conviveu com engenheiros recém formados ou já experientes com o mesmo prazer de sempre. Perguntando, olhando, ouvindo, descobrindo e conversando, Werner dividiu toda sua experiência de forma efetiva na produção e na solução de problemas.

fundadores-5-bd60f4153c697579fe69bec77448327f662be15edd081ba24ce389fdfb5ee288.jpg

Eggon João da Silva nasceu em 17 de outubro de 1929 onde hoje se localiza o município de Schroeder/SC. Filho de Emílio da Silva e Magdalena da Silva, Eggon foi profundamente inspirado pelo pai. Emílio foi professor, fotógrafo, carpinteiro, marceneiro, músico, comerciante entre outras funções. Ele escreveu o livro "Jaraguá do Sul - A povoação do Vale do Itapocu", referência para muitos estudiosos da história catarinense. 

Eggon começou a trabalhar cedo, aos 13 anos, como "faz tudo" em um cartório em Jaraguá do Sul/SC. Nascido em 1929, o menino logo adquiriu experiência em assuntos administrativos. Em 1957, depois de 14 anos no principal banco do Estado, tornou-se sócio da João Wiest & Cia. Ltda., uma firma especializada na produção de canos de escape para veículos, então com oito funcionários.

fundadores-6-2bf111908219bc99b34346be17a40fffc5215decda1f73aa8724875bc393bc43.jpg

Quatro anos depois, Eggon deixou a empresa, que contava com 150 funcionários, para enfrentar o maior desafio de sua carreira. Em setembro de 1961, juntamente com Werner e Geraldo, fundou a WEG. Até 1989, Eggon foi presidente da companhia e participou diretamente dos destinos da empresa, levando-a a figurar entre as maiores do setor, com participação destacada no mercado nacional e internacional. Neste mesmo ano, passou o cargo para Décio da Silva. 

A trajetória de Eggon não está ligada apenas à WEG. O empresário fez parte dos conselhos de quatro grandes empresas: Oxford, Tigre, Marisol e Perdigão. Nesta última, inclusive, exerceu a função de diretor presidente entre 1994 e 1995, momento em que cumpriu a dura missão de recuperação financeira da empresa. Em setembro de 2015, aos 85 anos, Eggon João da Silva faleceu de causas naturais em um hospital de Jaraguá do Sul/SC.

fundadores-8-952fc078b2c76350c6dad49e37841bfd4652d93406f97f099bf9f6fa1870dbcb.jpg

Natural de Rio do Sul/SC, Geraldo Werninghaus nasceu em 26 de novembro de 1932. Ele começou sua carreira profissional na Werninghaus & Filhos, oficina de seu pai em Joinville. Aos 14 anos, quando iniciou seu aprendizado como mecânico, o universo de tornos e fresadoras, graxas e estopas já estava impregnado em seu cotidiano. 

Geraldo deixou a Werninghaus & Filhos em 1961, aos 29 anos, aceitou o convite de sociedade para fundar a WEG em Jaraguá do Sul, junto com Werner e Eggon. Seus conhecimentos em mecânica e sua criatividade para solucionar problemas somados às habilidades dos colegas serviram para tornar a empresa uma referência no Brasil.

fundadores-9-83ad34a415b27121f99eaaf135cb5347cf85e28d342ec3e215faf453d01346fd.jpg

Na fábrica, Werninghaus se encarregava da produção propriamente dita. Era tido como um líder com foco na produção e nas equipes de trabalho.

Pessoa dedicada ao trabalho e à comunidade, ao deixar as atividades executivas diretas na WEG para o Conselho de Administração em 1989, iniciou a nova e promissora carreira pública.

Foi vereador, deputado estadual e prefeito de Jaraguá do Sul, com mandato que se encerraria em 31 de dezembro do ano 2000. Porém, em 10 de fevereiro de 1999, um acidente de trânsito encerrou precocemente a carreira e vida de Geraldo Werninghaus.

Assine nossa newsletter

Receba no seu e-mail nossas novidades